FAPEMIG faz evento de lançamento do Programa Centelha MG

No dia 29 de agosto, na Fundação de Amparo à Pesquisa do estado de Minas Gerais (FAPEMIG) foi realizado o evento de lançamento do Programa Centelha MG. O evento contou com a presença e participação do governador Romeu Zema e do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes.

Durante o evento o governador do estado de Minas Gerais ressaltou a importância de se investir em Ciência e Tecnologia e, também, disse que “[…] Minas está muito feliz em poder alavancar ciência, tecnologia e inovação, elementos de um país grande”.

Marcos Pontes afirmou que o Estado passa, no momento, por um processo criativo a fim de alavancar o setor de Ciência e Tecnologia. O ministro também salientou que as ações lançadas, bem como o Programa Centelha, representam passos de suma importância para o futuro e que recursos para áreas de ciência e tecnologia não são gastos, são investimentos.

No estado mineiro, o Programa Centelha será executado pela FAPEMIG e serão selecionadas até 15 ideias que vão receber até R$ 66,6 mil para desenvolver seu projeto.

Leia mais sobre o que rolou durante o evento em: http://fapemig.br/pt/noticias/211/

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, destacou a importância de se investir em Ciência e Tecnologia para transformar o país.

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, destacou a importância de se investir em Ciência e Tecnologia para transformar o país.

FAPERGS realiza divulgações do Programa Centelha

Santa Maria recebeu o Programa Centelha RS nos dias 6 e 7 de junho. No dia 6 foi a vez da UNIFRA, em Santa Maria, com uma apresentação do programa para estudantes de graduação, de pós-graduação, professores e empresários. No dia 7 de junho, foi na UFSM, no Coworking Agittec, em Santa Maria, também para um público formado por estudantes de graduação, de pós-graduação, professores e empresários. 

No dia 13 de junho, foi realizada a divulgação do programa, no coworking do LA SALLE, para estudantes e empresários de distintos setores econômicos. O facilitador Gustavo Moreira – gestor de projetos de Inovação Mercado e Serviços Financeiros do Sebrae, apresentou o programa e esclareceu dúvidas do público presente. Neste mesmo dia, foi realizada a divulgação no auditório central do Instituto de Educação Tecnológica – IEITEC, para estudantes e empresários.

Também aconteceu no dia 17 de junho, na Unidade da Universidade de Caxias do Sul – UCS Farroupilha, mais um evento de divulgação do Programa Centelha – RS. A apresentação foi feita por Elias Rigon, assessor de Fundos de Investimento e Participação do Badesul, e pela coordenada técnica na área de Inovação e Serviços Financeiros do SEBRAE, Patrícia de Lima Bossle. Aproximadamente 40 pessoas entre professores, alunos da instituição e membros da comunidade participaram do evento. Neste mesmo dia, o analista técnico do Badesul, Diego Paiva, apresentou no auditório da Faculdade Monteiro Lobato, o programa para aproximadamente 102 pessoas entre estudantes de graduação, professores e empresários.

No dia seguinte, o programa também foi apresentado no Espaço de Negócios Sebrae de Caxias do Sul, que abrigou estudantes e empresários interessados em conhecer o Centelha RS.

Na última semana, o diretor- presidente da FAPERGS, Odir Dellagostin, apresentou o Programa Centelha RS para alunos, professores e empresários no Parque Tecnológico da UFPel e na FURG.

FAPERGS apresenta o Programa Centelha na UFPel e FURG

FAPERGS apresenta o Programa Centelha na UFPel e FURG

FAPERGS apresenta o Programa Centelha no Espaço de Negócios Sebrae de Caxias do Sul

FAPERGS apresenta o Programa Centelha no Espaço de Negócios Sebrae de Caxias do Sul

FAPERGS apresenta o Programa Centelha na FATO

FAPERGS apresenta o Programa Centelha na FATO

FAPERGS apresenta o Programa Centelha na UCS

FAPERGS apresenta o Programa Centelha na UCS

Fapemig apresenta o Programa Centelha

No dia 24 de junho, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG), apresentou o Programa Centelha MG, promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação CERTI e executado, em Minas Gerais, pela FAPEMIG. Iniciativa ocorreu durante a I Reunião Anual da Rede Mineira de Inovação, que ocorreu no BiotechTown, em Nova Lima. O objetivo do encontro foi aproximar e fortalecer as instituições integrantes do ecossistema de inovação, empreendedorismo e tecnologia de Minas Gerais e também ampliar o ambiente de troca de informações e experiências para o grupo.

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores a partir da geração de novas ideias. Outro objetivo é disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país. Durante o evento, Thiago Morais explicou que o Programa Centelha MG é uma oportunidade de gerar negócios por meio da promoção de soluções inovadoras implementáveis. “A FAPEMIG será a executora do projeto, ou seja, a responsável pela logística de desenvolvimento, implementação e divulgação do Programa.”, conta. De acordo com Morais, em Minas Gerais, a expectativa é que a Chamada Pública seja lançada em setembro. “Podem participar pessoas físicas, que atendam às exigências presentes no regulamento, ou empresas com faturamento anual bruto de até R$ 4.8 milhões, criadas e formalizadas a partir do programa ou com até 12 meses de criação, contados a partir do lançamento da Chamada.”, explica.

A expectativa é que, em Minas Gerais, o Programa receba mil inscrições, permitindo a multiplicidade de projetos com temáticas e vertentes diversas. Morais explicou como será o processo de seleção. “Das mil ideias inovadoras submetidas, serão selecionados, na primeira fase, 200 projetos que serão avaliados e passarão por uma triagem. Após esta triagem, já na segunda fase, será feita uma seleção dos 100 melhores para que, na terceira fase (final), sejam selecionadas 15 ideias que receberão o aporte de cerca de R$ 66 mil para saírem do papel e virarem um produto pronto para o mercado mineiro.”, declara. Cada uma das fases é composta por capacitações para que os proponentes aperfeiçoem seus projetos. “A ideia é gerar novas empresas, movimentar o ecossistema de inovação e levar soluções para o Estado.”, finaliza.

Fapemig apresenta o Programa Centelha

Fapemig apresenta o Programa Centelha

Fapemig apresenta o Programa Centelha

Fapemig apresenta o Programa Centelha

Fapeam segue com a etapa de articulação e preparação do Programa Centelha

Seguindo o roteiro de visitas de articulação e preparação do Programa Centelha, representantes da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) estiveram na quarta-feira (19/05) na instituição do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac-AM), para apresentar e divulgar o Programa, a ser lançado pela Fapeam, em parceria com a Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep).

O objetivo da visita é estabelecer potenciais parcerias para atuar no Programa Centelha, que visa estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora no país.

A coordenadora local do Programa Centelha, Kathya Thomé, disse que a visita aos possíveis parceiros é para que eles possam atuar no Programa como divulgadores, captadores de ideias e disseminadores do Programa ao público que deseja empreender.

A diretora regional do Senac-AM, Silvana Carvalho,  disse que o Centelha complementa uma ação estratégica do Senac. “O Senac já vem estimulando o empreendedorismo  por meio dos cursos  voltados para diversos segmentos como  gastronomia, moda, tecnologia e várias outras áreas.  O Programa Centelha vem para contribuir e consolidar uma proposta que hoje é uma grande missão do Senac  que é a implementação de projetos integradores,  que estimulem  os alunos a trabalharem a educação profissional  com a possibilidade de empreender”, comentou.

Visita Sepror

Na terça-feira  (11/06) a equipe da Fapeam esteve na sede da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror) para apresentar o Programa Centelha.

O secretário da Sepror, Petrucio de Magalhães Jr, explicou que o órgão apoia o empreendedorismo no setor primário, e que o produtor é um empreendedor, que precisa enxergar a sua propriedade e as cadeias produtivas como negócio.

“É uma grande oportunidade para as pessoas que tenham interesse em inovar, em buscar soluções tecnológicas, se credenciarem nesse edital e buscar apoio financeiro, que certamente será valioso para um novo negócio”, disse.

Fotos: Érico Xavier/Caio Alencar

Fapeam visita Senac

Fapeam visita Senac

Fapeam visita Sepror

Fapeam visita Sepror

Fapergs divulga o Programa Centelha em faculdades e parques tecnológicos

As inscrições do Programa Centelha RS estão abertas até o dia 18/06 e a equipe da FAPERGS já iniciou as divulgações em algumas Instituições de Ensino Superior.

Na tarde do dia 5 de junho, foi realizada a divulgação do Programa Centelha RS, no Parque Científico e Tecnológico da UFRGS- ZENIT, em Porto Alegre, para estudantes de estudantes de graduação, de pós-graduação, professores e empresários. As facilitadores, Patrícia de Lima Bossle, gestora de Inovação Mercado e Serviços Financeiros do Sebrae e Marilene Bertuol Guidini, coordenadora do Programa Centelha pela FAPERGS,  apresentaram o Programa Centelha RS e esclareceram dúvidas do público presente. O encontro foi organizado pela professora Daniela Brauner Coordenadora do ZENIT.

Na noite do dia 13 de junho, foi realizada a divulgação do Programa Centelha RS, no auditório 3 do Centro de Eventos das Faculdades Integradas de Taquara – FACCAT, para estudantes dos cursos de Administração e Gestão Comercial, dentro da programação do evento “Novas Conexões”, que é uma iniciativa do Conselho Regional de Administração. O evento abriu com participação do administrador, Diego Alex Gazaro dos Santos, que proferiu a palestra “Empreendedorismo Inovador e as Novas Tecnologias”. Na sequência, as facilitadoras, Marilene Bertuol Guidini, coordenadora do Programa Centelha pela FAPERGS, e Consuelo Barbosa, membro da equipe executora, apresentaram o Programa Centelha RS e esclareceram dúvidas do público presente. O encontro foi organizado pelo professor Roberto Tadeu Ramos Morais, coordenador do curso de Administração e vice-diretor de pesquisa e pós-graduação da FACCAT.

FAPERGS divulga Programa Centelha na FACCAT - Público Geral

FAPERGS divulga Programa Centelha na FACCAT – Público Geral

FAPERGS divulga Programa Centelha na FACCAT - Facilitadores

FAPERGS divulga Programa Centelha na FACCAT – Facilitadores

FAPERGS divulga Programa Centelha no Parque Zenit da UFRGS - Público Geral

FAPERGS divulga Programa Centelha no Parque Zenit da UFRGS – Público Geral

FAPERGS divulga Programa Centelha no Parque Zenit da UFRGS - Facilitadoras

FAPERGS divulga Programa Centelha no Parque Zenit da UFRGS – Facilitadoras

Paraíba lança o Programa Centelha com investimento para ideias inovadoras

Objetivo é estimular a criação de empreendimentos inovadores com recursos de subvenção econômica

Aconteceu na última quinta-feira (06/06), no auditório do Sebrae, em João Pessoa, o evento de lançamento do edital do Programa Centelha Paraíba, promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação CERTI e executada na Paraíba pela Secretaria de Estado da Educação, Ciência e Tecnologia (SEECT) e Fundação de Apoio à Pesquisa (Fapesq). Serão investidos na Paraíba recursos na ordem de aproximadamente R$ 1,7 milhão, sendo 570 mil de contrapartida do Estado.

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias, e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país.

O lançamento do Centelha-PB aconteceu durante a solenidade de abertura do Fórum do Confap, pelo governador do Estado da Paraíba, João Azevedo Lins Filho, com as presenças do secretário de Estado da Educação, Ciência e Tecnologia, Aléssio Trindade; o secretário executivo de Ciência e Tecnologia da Paraíba, Claudio Furtado; o presidente da Fapesq, Roberto Germano Costa; e demais autoridades convidadas, entre elas representantes do MCTIC, CNPq, Capes, Finep, e instituições como Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Instituto Federal da Paraíba (IFPB), entre outras.

O presidente do CNPq, João Luiz Filgueiras, de Azevedo apresentou a atual situação da agência e pontuou os impactos que podem ser sentidos em ações desenvolvidas com as Fundações de Amparo à Pesquisa. Segundo o presidente, também estão sendo feitos estudos sobre alternativas de ampliação de recursos privados para a promoção de ações.

Marcelo Camargo, da Finep, defendeu a necessidade de investimentos como política de Estado. Ele destacou as ações da agência em parceria com as FAPs, sobretudo dos programas Centelha e Tecnova 2. No Fórum de João Pessoa, também foi feita a assinatura do Termo de Convênio do Programa Centelha-Paraíba entre o Governo do Estado/Fapesq com a Finep.

Representando a Capes, a coordenadora de Programas Estratégicos, Priscila Cagni, apresentou a atual situação de contingenciamento da agência e as ações feitas para minimizar impactos nos programas desenvolvidos, sobretudo com as FAPs. Ela acolheu demandas das Fundações que serão apresentadas à entidade.

As inscrições do Programa Centelha no estado da Paraíba terão início em 17 de junho e vão até 17 de julho de 2019.

Lançamento Programa Centelha Paraíba

Lançamento Programa Centelha Paraíba

Lançamento Programa Centelha Paraíba

Lançamento Programa Centelha Paraíba

Lançamento Programa Centelha Paraíba

Lançamento Programa Centelha Paraíba

Programa Centelha é lançado em Sergipe

Transformar ideias inovadoras em negócios de sucesso. Este é o objetivo da Finep, do MCTIC e do Governo do Estado de Sergipe, por meio da Fundação de Apoio à Pesquisa e a Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (Fapitec), com o lançamento do edital para a participação no Programa Nacional de Apoio à Geração de Empreendimentos Inovadores (Centelha/SE). O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos, a partir da criação de novas ideias, disseminando a cultura do empreendedorismo inovador em Sergipe. O edital foi lançado na segunda-feira, na sede do Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec) e contou com a presença do governador Belivaldo Chagas. O analista Vitor Kappel representou a Finep.

Os recursos financeiros serão aplicados por meio de verba de subvenção econômica, bolsas e capacitações, para estimular empreendedores a transformarem suas ideias em negócios de sucesso. O financiamento do Centelha é proveniente de uma parceria entre a Finep e Governo do Estado. O investimento total é de 1,2 milhão, sendo 900 mil reais procedentes da Finep, e 300 mil reais de contrapartida estadual. O edital vai beneficiar até 24 startups e cada uma receberá um valor de até 52 mil, com prazo para a realização do projeto de 12 meses.

De acordo com o secretário de estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, José Augusto Carvalho, este projeto é a grande ação do Governo em 2019 na área. “Estamos investindo junto com a Finep em um projeto macro, que irá atrair a geração de empresas e de ideias inovadoras no nosso estado. Com o selo Centelha, todos só tem a ganhar”, destaca.

O Programa contribuirá para o firmamento da ponte entre a academia e as indústrias de Sergipe, já que muitas das ideias vêm de universitários, tanto de cursos de graduação, como de pós-graduação. “Além disso, o Centelha abre espaço para participação de todos os cidadãos do estado, tanto para inscrever suas ideias como para interagir com os empreendedores, consolidando uma forte rede de apoio ao empreendedorismo inovador”, explica do diretor técnico da Fapitec, Ronaldo Guimarães.

Mais informações sobre o Programa Centelha no site: https://programacentelha.com.br/se

Fonte: FINEP

Lançamento do Programa Centelha em Sergipe

Lançamento do Programa Centelha em Sergipe

 

Lançamento do Programa Centelha em Sergipe

Lançamento do Programa Centelha em Sergipe

Datas e Eventos

Na última quinzena de maio, foi feito o lançamento do Programa Centelha em alguns estados participantes. Até o momento já ocorreu o evento do programa em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, nos dias 17/05 e 27/05, respectivamente. Estão previstos lançamentos em mais três estados no mês de junho: Sergipe (03/06), Paraíba (06/06) e Bahia (18/06).

O primeiro estado a dar a largada é o Rio Grande do Sul, onde as inscrições iniciam na próxima segunda-feira, dia 3, e vão até o dia 18 de julho. Sergipe abre inscrições no dia 05/06. Na segunda quinzena de junho abrem as inscrições: Santa Catarina (17/06), Paraíba (17/06) e Bahia (19/06). Cada estado participante é responsável pelo lançamento de um edital com suas regras próprias e em breve todos estarão disponíveis.

Seu estado não está na lista acima? Acompanhe nosso blog e redes sociais para receber atualizações sobre o programa e os próximos lançamentos!

Confira algumas fotos dos lançamentos do programa abaixo:

 

Lançamento do Programa Centelha em Santa Catarina

Lançamento do Programa Centelha em Santa Catarina

 

Lançamento do Programa Centelha em Santa Catarina

Lançamento do Programa Centelha em Santa Catarina

 

Lançamento do Programa Centelha no Rio Grande do Sul

Lançamento do Programa Centelha no Rio Grande do Sul

 

Lançamento do Programa Centelha no Rio Grande do Sul

Lançamento do Programa Centelha no Rio Grande do Sul

 

 

Fapergs lança Programa Centelha e outros editais para inovação

A comunidade científica do Rio Grande do Sul prestigiou o lançamento de editais que poderão contemplar todas as regiões do Estado.

Para incentivar a pesquisa científica e promover a inovação tecnológica, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS), vinculada à Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (SICT), lançou nesta segunda-feira (27), no Palácio Piratini, os seguintes editais: Programa Pesquisador Gaúcho (PqG), Cooperação FAPERGS/FAPESP, Programa Doutor Empreendedor (PDEmp) e Programa Centelha, totalizando um investimento de R$ 21 milhões.

O diretor-presidente da FAPERGS, Odir Antônio Dellagostin abriu a solenidade destacando o slogan da FAPERGS “O futuro se faz com pesquisa”, com pesquisa nós geramos conhecimento e com conhecimento promovemos o desenvolvimento tecnológico. É desta forma que vamos trazer benefícios econômicos, sociais e ambientais para a sociedade”, conclui ele.  Na sequência, Odir apresentou quatro editais que contemplam a pesquisa científica em todas as áreas do conhecimento, o empreendedorismo e a inovação tecnológica.

O representante da Financiadora de Inovação e Pesquisa – FINEP, Marcelo Nicolas Camargo, manifestou a importância de aumentarmos a produtividade em ciência, tecnologia e inovação. “Apesar dos contingenciamentos, precisamos fazer com que as pesquisas básicas se tornem pesquisas aplicadas e que estas cheguem ao mercado”, salientou ele. “Na realidade, quando a gente incentiva a inovação a gente combate a desigualdade social”, disse Camargo.

O secretário da SICT, Luís da Cunha Lamb, destacou os países que basearam a sua economia no conhecimento, e que esta gestão do governo entende a importância das universidades e da pesquisa para o desenvolvimento do Estado. “Nós pesquisadores temos que ter em mente que precisamos traduzir aquilo que produzimos para que a sociedade conheça o que a pesquisa pode trazer de benefícios”, falou Lamb. Ele também mencionou as conquistas da pesquisa científica no RS como: a produção de cultivares de aveia desenvolvidas por pesquisadores da agronomia da UFRGS, as diretrizes mundiais para ao aleitamento materno desenvolvidas por pesquisadores da UFPel e o Centro de Informática da UFRGS.

O governador Eduardo Leite enfatizou que há um grande comprometimento com a pesquisa e com a inovação e que elas são estratégicas para esta gestão. “A necessidade da reestruturação do Estado exige encaminhar soluções estruturantes para que possamos investir de forma mais expressiva em pesquisa, ciência, inovação e tecnologia. Tudo isto é fundamental para que o RS assuma a seu papel de vanguarda na pesquisa, como muito bem exemplificado pelo diretor Odir Dellagostin, este é o caminho que vamos perseguir”, reforçou o governador.

Programa Centelha – Edição Rio Grande do Sul

O Centelha é um programa do governo federal, implementado através de parceria com a FINEP/FAPERGS e visa o apoio à criação de startups de base tecnológica. Os parceiros estaduais deste programa são: BADESUL, SEBRAE/RS e REGINP. O Centelha conta com o aporte de R$ 1,1 milhão da FINEP e de R$ 735 mil da FAPERGS. Este recurso possibilitará o apoio de até 50 startups. O período de inscrições será entre os dias 03 de junho até 18 de julho de 2019 pelo Sistema Centelha RS https://programacentelha.com.br/rs/

Fotos: Gustavo Mansur

 

Lançamento do Programa Centelha do Rio Grande do Sul

Lançamento do Programa Centelha do Rio Grande do Sul

Lançamento do Programa Centelha do Rio Grande do Sul

Lançamento do Programa Centelha do Rio Grande do Sul

Lançamento do Programa Centelha do Rio Grande do Sul

Lançamento do Programa Centelha do Rio Grande do Sul

Fapeam realiza workshop para consolidação de parcerias institucionais do Programa Centelha

Estiveram presentes os principais atores do ecossistema de inovação do estado do Amazonas para formalizar parcerias das instituições com o Programa Centelha

 

Representantes de 21 instituições de ensino e pesquisa e atores envolvidos no ecossistema de ciência, tecnologia, inovação e empreendedorismo no Amazonas firmaram parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) para dar apoio e suporte à edição regional do Programa Centelha, previsto para ser lançado no mês de junho.

A cooperação foi formalizada durante o Workshop Regional para Consolidação de Parceiros do Programa Centelha, promovido pela Fapeam na sexta-feira (24/05), na sede da instituição, bairro Flores, zona centro-sul de Manaus.

Os parceiros têm papel importante no desenvolvimento do Programa, auxiliando na realização de eventos de divulgação, orientando e esclarecendo dúvidas dos empreendedores interessados, dentre outras formas.

Participaram da mesa de abertura do Workshop pela Fapeam a diretora-presidente, Márcia Perales, a diretora técnico-científica, Marne Vasconcellos, o gerente técnico da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), Nonato Aguiar, e a chefe de Departamento de Políticas Públicas da Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti), Nina Best.

Márcia Perales disse que o Programa Centelha se destaca como uma ferramenta que irá catalisar e apoiar potenciais ideias para produzir não só impacto na área científica e tecnológica, mas também impacto social, econômico e político para o Estado.

“Queremos contar também com o apoio de um conjunto mais amplo de instituições, porque se conseguirmos fortalecer esse ecossistema de inovação teremos resultados ainda mais promissores para a sociedade amazonense, para a ciência e a inovação”, comentou, enfatizando que outras parcerias institucionais podem ser formalizadas para o Programa Centelha.

Nina Best disse que o Centelha é uma iniciativa fantástica e importante no fomento de ideias inovadoras, principalmente nesse momento no qual é discutida a Matriz Econômica do Estado. Destacou ainda que a Seplancti entra como parceiro interveniente para apoiar na disseminação do Programa, que tem futuro promissor.

Representando a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), o gerente técnico, Nonato Aguiar, destacou que o Programa Centelha é importante por trabalhar o empreendedorismo criativo, por meio da transformação de ideias inovadoras em produtos e serviços para serem disponibilizados à sociedade.

Visão dos parceiros

O representante do sistema de startups Jaraqui Valley, Macaulay Souza, explica que para o ecossistema de startups se consolidar precisa de cinco pilares e um desses é justamente capital financeiro, e o Programa Centelha vem contribuir com isso.

“O Centelha é um programa muito interessante para o ecossistema e vamos apoiar, compartilhando com outros empreendedores da nossa rede para que eles submetam ideias e, possivelmente,  sejam selecionados”, disse.

Para o coordenador da incubadora da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Sálvio Rizzato, a parceria com a Fapeam, por meio do Centelha, surge num momento importante no desenvolvimento da economia do Estado.

“A grande contribuição da UEA é formar alunos multiplicadores do Programa para que eles possam fomentar essa centelha do empreendedorismo no Amazonas, com a possibilidade de geração de negócios no interior e para desenvolver não somente a capital, mas também a região como um todo”, disse.

Segundo o coordenador da incubadora do Centro Universitário do Norte (UniNorte), Ramdas Lopes, a instituição concederá apoio institucional, técnico e de infraestrutura, além de capital intelectual como assessoria, consultoria e treinamentos de capacitação sobre o Programa Centelha.

O coordenador de empreendedorismo da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), Wildney Mourão, informou que a Fundação entrará como parceira para participar, se possível, de todas as etapas do Centelha, desde a qualificação dos empreendedores, sensibilização, oficinas e propostas de projetos para estimular empreendedores a participarem do Programa.

Para o coordenador de pós-graduação do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Paulo Maurício, o Programa Centelha traz um grande estímulo para que os institutos dedicados à ciência e à pesquisa possam tirar seus conhecimentos de laboratório para a geração de produtos.

Programa Centelha

A iniciativa, que no Amazonas será executada pela Fapeam, é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação Certi.

Com previsão para ser lançado a partir do mês de junho, o Programa Centelha será realizado em 21 estados. Estão entre os objetivos do Programa, gerar novas empresas, a partir do conhecimento concebido nas instituições de ciência, tecnologia e inovação; gerar inovações de interesse direto da sociedade e de empresas; formar cultura e fortalecer ecossistema de empreendedorismo inovador.

Podem participar do programa pessoas físicas ou empresas, que atenderem às exigências do edital.

Fotos: Érico Xavier

Workshop de articulação com principais atores do ecossistema do Amazonas Workshop de articulação com principais atores do ecossistema do Amazonas Workshop de articulação com principais atores do ecossistema do Amazonas Workshop de articulação com principais atores do ecossistema do Amazonas Workshop de articulação com principais atores do ecossistema do Amazonas Workshop de articulação com principais atores do ecossistema do Amazonas Workshop de articulação com principais atores do ecossistema do Amazonas Workshop de articulação com principais atores do ecossistema do Amazonas